rss
email
twitter
facebook

27 abril 2010

Delay

Sim, 'eu atraso' é meu verbo pretinho básico. Fato. Mas delay nas percepções do mundo é pra matar, hein. Quando eu, com meu cronograma pós dead-line resolvo postar, encontro nesses dois blogues (1 e 2) minhas vontades já expressas em palavras. Agora fiquei preguiçosa e não tenho mais como escrever, nem que seja para dar um closer nesses dois trechos:

"Sempre fui da opinião de que a gente verbaliza aquilo que precisa aprender. Que a gente escreve aquilo que precisa ler. Que a gente fala aquilo que precisa ouvir."

"Às vezes ficamos estagnados diante de pessoas, papéis, lembranças, vivências que só nos fazem mal e só acordamos quando, divinamente, algo melhor aparece em nossa frente."

Então que, no fim das contas, nada melhor do que a boa e velha fórmula do um dia após o outro pra ajudar a entender que de vez em quando os outros podem não estar falando a maior idiotice de todos os tempos e que se a gente se dispuser a parar de olhar pra cima pode ver coisas muito interessantes ao redor.

ps.: quem me chamar de puxa saco vai levar pau porque eu nem conheço as viventes que assinam os trechos acima. é só uma questão de similaridade na vibe cósmica.

1 comentários:

Pattiê que fica, disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaah, eu fico TÃO feliz quando você me cita... acredito que você também deve ficar quando isso acontece contigo, né? By the way, adoro seu blog, e já lhe disse isso.

Pra compensar: a frase do letras saltitantes que você transcreveu aqui encaixou tão bem em meu momento que agora vou postar, fazendo referência ao seu blog pra dizer que algumas pessoas são mais rápidas que nós ao absorver as palavras do outro. Ou mais abertas. Ou mais antenadas. Whatever. Enfim... o que conta é que existe uma vibe cósmica MESMO, e eu costumo pensar que as pessoas se atraem pelos seus propósitos.

Um abraço [ ] pra você, lindinha! =)