rss
email
twitter
facebook

03 agosto 2008

O dia em que o cerimonial morreu

Ok, foi um protocolo bilingue, isso eu tenho que considerar. Talvez, então, as regras do cerimonial e protocolo vigentes no Brasil não apliquem. Se fossem aplicadas, teriam sido descumpridas. Todas. Isso porque:
- todas as pessoas presentes foram citadas. solenemente resolveu-se ignorar a regra de importância de cargos e hierarquia. O que eu quero dizer é que todos os 'sub' possíveis foram citados - e não imagine que isso tenha ocorrido pela ausência das autoridades oficiais, porque elas estavam todas lá, e foram citadas na meia hora inicial do cerimonial;

- a mestre de cerimonia devia, por lei, ser proibidade falar. Quem tem voz ruim precisa, pelo menos, ter o bom senso de permanecer em silêncio o maior tempo possível, não se adonar de um microfone.

- Pelo título desse tópico, "Problema técnico relacionado ao CD", você automaticamente entende que havia um cd de músicas preparado para o encontro e, na hora da execução, uma das faixas teve um piti e resolveu não rodar. E, imagina, as pessoas haviam ensaiado meses pra dançar com aquela maldita música! Resultado: uma mega pausa de meia hora no evento, pessoas em fila com galhos de flores nas mãos esperando pra saltitar pelo salão, uma platéia batendo não palmas, mas os pés no chão, enfurecidamente, protestando contra a demora, e uma série de pessoas da organização se olhando com cara de repolho e dizendo: 'não sei o que está acontecendo'.

- Felizmente na hora do incidente todos já haviamos servido comida típica em nossos pratos duralex cor marrom. Por comida típica entenda-se sxchuckrutsz (acho de bom tom avisar às pessoas que isso tem gosto de vômito antes que elas resolvam experimentar), massa com molho bolognhesa (pq a tarantela faz escola, não adianta) e chop de uma cervejaria que, quem diria, fica em Bento Gonçalves!
Correndo o risco de cair no óbvio, acho muito importante ressaltar que saí de Bento Gonçalves para acompanhar um festival da cultura típica alemã onde era servido o melhor do chop bentogonçalvense. E depois EU sou a irônica!?

2 comentários:

KassyKassandra disse...

Plac, plac, plac - Bravo, bravíssimo...

E depois ainda me perguntam pq prefiro levar meus convidados no boliche mesmo...

Beijos

Rico disse...

hehehe...e o cd....