rss
email
twitter
facebook

01 março 2007

Abaixo às pessoas

Ou com bichos ou com números. É só com esses que devemos nos relacionar. Com pessoas não, porque as pessoas decepcionam.
Diz o ditado que na hora do aperto se conhecem os amigos. Eu tenho outra vertente: é quando se trata de dinheiro que se conhecem as pessoas. Tem gente que passa por cima de tudo e de todos quando sente que seu bolso pode vir a ser ameaçado. E fazem isso achando estar cheios de razão. Pra eles, nesses momentos, pouca importa há quanto tempo conhecem o outro, ou se estão tendo uma reação estupidamente desproporcional à ofensa sofrida. Como em um bom desenho animaod, o cifrão salta-lhe dos olhos, a tampa da cabeça se abre, por onde sai aquela fumacinha como se fosse um trem, e essas pessoas saem desgovernadas e descontroladas na suposta defesa do seus interesses.
Pena botar fora as pequenas coisas boas da vida por causes menores ainda.

3 comentários:

Silvia disse...

Concordo plenamente... e normalmente pessoas que colocaríamos a mão no fogo, sem pestanejar

Rochele disse...

Eu sou chata com dinheiro (muito por sinal), mas nunca briguei com ninguém por causa disso. Detesto pessoas que ficam discutindo sobre isso, ainda mais na frente dos outros.

Morguis disse...

é por isso que vou morrer pobre... mas quando o assunto é dinheiro, muitas verdades vêm à tona né amiga... bjus